quarta-feira, 26 de junho de 2013

fcinternews.it - Marcelo Ferreyra: "O Guarin quer vencer com a camisola do Inter"

É um dos nomes mais requisitados da equipa nerazzurra. Em Milão, há 1 ano e meio, Fredy Guarin não tem intenção de sair do Inter de Milão, mesmo depois das noticias do interesse do Manchester United, Anzhi, Nápoles, Roma e Tottenham.
O FcInterNews falou em exclusivo com Marcelo Ferreyra, empresário do colombiano, que disse quais são os interesses do médio para o futuro.

Qual é a situação do Fredy?
"Quer continuar no Inter. É feliz, e quer ser campeão com aquelas cores".

Fala-se do interesse do Manchester United, Tottenham e Anzhi?
"Eles não fazem parte do nosso projecto desportivo".

Qual é o vosso projecto desportivo?
"Não mudar de clube. O Guarin quer vencer com a camisola do Inter".

Guarin já falou com Mazzarri?
"Não, ainda não".

Estará em Milão nos próximos dias?
"Acho que sim".

Acha que o Inter quer vendê-lo?
"Não"



Traduzido por: Fredy Guarin Fãs

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Falcao chama por Guarin

Em entrevista para o jornal colombiano Heraldo, o novo jogador do Mónaco, Radamel Falcao manda uma mensagem para Guarin: "Guarin no Mónaco? Espero que sim.

Seria uma grande felicidade para mim, porque somos muitos amigos e pelo jogador que é.

E no FC Porto, nós e o James, conquistámos grandes coisas. Deus queira que a transferência se concretize. Se jogarmos os três no mesmo clube será bom para a seleção", afirmou o avançado.

sábado, 22 de junho de 2013

transfermarketweb.com - PSG na luta por Guarin

Possivelmente de saída do Inter de Milão, apesar do seu contrato ser até Junho de 2016, o internacional colombiano Fredy Guarin, é o principal alvo do Tottenham, e agora é também seguido pelo Paris Saint-Germain.
De acordo com os rumores da imprensa italiana, os gigantes franceses estão prontos para submeter aos Neroazzurri um oferta significativa, para comprar a ex-estrela do FC Porto.






Traduzido por: Fredy Guarin Fãs

fichajes.net - Barcelona interessado em Guarin


O Barcelona continua à procura, no mercado, futebolistas que possam melhorar a sua equipa na próxima temporada e um dos nomes que teria Andoni Zubizarreta na sua lista seria Fredy Guarin. O futebolista colombiano está nas agendas dos principais clubes europeus e poderia ser um dos reforços que Tito Vilanova mais gostaria. Trata-se de um jogador que pode jogar no centro do campo ou como central, e foi a chave durante o último ano no Inter de Milão.

O custo da operação poderia rondar os 20 milhões de euros, quantidade pelo qual os 'Neroazzurri' o deixariam sair. Guarin também é pretendido pelo Tottenham, e por isso se, realmente, o Barcelona o quer deverá começar com as negociações, já que os Spurs já fizeram uma primeira oferta de 18 milhões de euros, que foi recusada. O colombiano jogou, na passada temporada, 47 jogos entre todas as competições, marcando 10 golos e foi fundamental para o desenrolo do jogo do clube italiano. 



Traduzido por: Fredy Guarin Fãs

terça-feira, 18 de junho de 2013

abola.pt - Guarin só admite sair para Inglaterra ou Espanha


Fredy Guarin está na disposição de deixar o Inter neste defeso, porém, o médio só aceita ser transferido para um clube inglês ou espanhol.

De acordo com a Imprensa italiana, foi com base nesta premissa que o internacional colombiano rejeitou as ofertas milionárias que lhe terão sido apresentadas nos últimos dias por Mónaco e Anzhi, tendo deixado bem claro que apenas trocará os nerazzurri por um clube de topo.

A Premier League e a Liga espanhola parecem ser os campeonatos de eleição do antigo jogador do FC Porto, que está há muito na mira de André Villas Boas para reforçar o plantel do Tottenham.

segunda-feira, 17 de junho de 2013

abola.pt - Moratti: "Tottenham está realmente interessado em Guarin"


O presidente do Inter, Massimo Moratti, confirmou que o Tottenham, de André Villas Boas, está interessado em garantir o concurso do médio Fredy Guarin.

"Guarin? Ele é realmente um excelente jogador e por essa razão é pretendido por outros clubes. O Tottenham está realmente interessado", afirmou Moratti, em declarações à SKY.

O médio, de 26 anos, chegou ao Inter na temporada passada, proveniente do FC Porto, tendo disputado 32 jogos.

sexta-feira, 14 de junho de 2013

fcinternews.it - Dozzini sobre Guarin: "A sua intenção é ficar no Inter"

Em entrevista para a Radio CRC, o advogado Rocco Dozzini, braço direito em Itália de Marcelo Ferreyra, empresário de Guarin, falou do futuro do médio colombiano:
"Guarin? A sua intenção é ficar no Inter. Mas no futebol de hoje, ninguém é incedível e se chegar uma oferta economicamente importante, o Inter irá levá-la em consideração e depois seria ele a escolher.
Até ao momento, não há nenhum movimento sério, apenas rumores".






 Traduzido por: Fredy Guarin Fãs

fc-anji.ru - Anzhi, em comunicado, desmente interesse em Guarin

No seu site oficial, o Anzhi, em comunicado, desmentiu o interesse em Guarin:

"Em relação ao rumores na Internet, em que o Anzhi, alegadamente, mostrou interesse em vários jogadores, incluindo Aubameyang, Guarin e Soldado, nós anunciamos que essa informação não tem fundamentos.

Os representantes autorizados pelo FC Anzhi não fizeram nenhumas negociações com os jogadores acima mencionados.

Com a persistente referência ao nosso clube, dá-nos a impressão de que o Anzhi é uma marca usada para aumentar o preço dos jogadores.

FC Anzhi irá informar os adeptos e jornalistas sobre as verdadeiras tranferências e contratos no devido tempo".



Traduzido por: Fredy Guarin Fãs

abola.pt - Anzhi de olho em Guarin


O Anzhi, clube treinado pelo holandês Guus Hiddink, está interessado no concurso do antigo médio do FC Porto Fredy Guarín, atualmente no Inter de Milão, noticia a imprensa italiana.

De acordo com a Sky Italia, Marco Branca, diretor desportivo do Inter, encontrou-se com dirigentes do clube russo para discutir uma eventual transferência do internacional colombiano.

Também o Tottenham, treinado pelo português André Villas Boas, está interessado em Guarín. Na manhã desta quinta-feira, a Sky Italia avançou que uma proposta de 20 milhões de euros por parte dos Spurs não foi suficiente para convencer o Inter a abrir mão do médio.

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Colômbia 2-0 Peru

A seleção colombiana derrotou o Peru e está muito perto de garantir a presença no Mundial de 2014.


Com a Colômbia a dominar o jogo, os dois golos do jogo surgiram nos primeiros 45 minutos do jogo: aos 13 minutos, Falcao marca o pénalti e, já perto do intervalo, aos 45 minutos, Teo Gutiérrez faz o 2-0 para a Colômbia.
O Guarin entrou aos 77 minutos na substituição de Cuadrado.









sexta-feira, 7 de junho de 2013

Entrevista de Guarin para o Fútbol Total

Fredy Guarin já não é o mesmo. Tanto na sua forma de falar como no seu estilo de jogo que relembra o estrangeiro, a experiência que adquiriu ao permanecer mais de 8 anos no exterior. Para trás ficou o ansioso jovem que começou na seleção Sub 17 em 2003 e que marcou os seus primeiros golos com o Atlético de Huila. Hoje, é um jogador muito mais maduro e sereno, a quem não incomoda jogar em estádio cheios, nem disputar finais, pois já o fez bastantes vezes com o Boca Juniors, Saint-Étienne, Porto e Inter. Este último, é o seu clube atual e com o qual tem sido titular, frequentemente, no campeonato italiano.
Embora com essas camisolas tenha vivido muitas alegrias e ganhado valiosos títulos, a Seleção Colombiana é realmente a única equipa com que sonha em ter jogos memoráveis. Argentina e Peru já estão em vista.



Fredy está preparado para deixar a pele por Colômbia, quando Pékerman decidir... Qual é o balanço individual que faz do seu rendimento ao fim desta temporada com o Inter, e como chega fisicamente à seleção? 
"Foi uma temporada muito intensa, e que não foi fácil a nível individual nem colectivo. Sabemos como acabou o Inter (ficou em 9º no campeonato) y a nível pessoal, sofri 2 lesões qua não foram com gravidade, recuperei, fiz golos, assistências, marquei a diferença em jogos e isso faz-me chegar muito motivado à seleção".

O que José Pékerman trouxe de mais valioso para a Colômbia, desde que assumiu o cargo de selecionador? 
"A sua experiência tem sido fundamental. Já todos sabíamos que a seleção tinha talento, que jogava bem, mas não ganhávamos. Com a sua equipa técnico e a sua vontade de triunfar, a equipa recebeu uma injeção de ânimo muito positivo. Creio que nos faltava esse guia táctico e essa força mental para saber enfrentar os jogos e com ele conseguimos".

Mas com 'Bolillo' e Leonel, eras quase sempre titular. Preocupa-te teres perdido a titularidade na seleção com Pékerman? 
"São pessoas totalmente diferentes e é certo que o ciclo anterior a nível individual foi positivo porque jogava sempre, mas como profissional devo aceitar as decisões da equipa técnica e neste caso estou muito tranquilo. A minha mentalidade é fazer parte da seleção e isso não mudo por nada, jogue ou não. A minha disponibilidade e o meu trabalho estão intactos. Não posso ser negativo nem lamentar-me por não jogar, pelo contrário, é um incentivo para esforçar-me mais, para lutar para ganhar o lugar. No final, seja suplente ou titular, o objectivo que tenho sempre é fazer o melhor para estar no Mundial".

Daria já o empate com a Argentina? 
"Um empate seria importantíssimo para nós, mas sou um pouco mais entusiasta, mais atrevido e quero ganhar. Temos uma seleção que pode ganhar a qualquer equipa e a ilusão é essa, trazer os 3 pontos". 

Como analisa o jogo com o Peru? 
"O jogo a ganhar é esse contra o Peru. É um rival directo e jogamos em casa. Eles ganharam a última vez que jogaram (contra o Chile), subiram na classificação. Assim, esperamos um rival com muita entrega, que não vai entregar nada e não podemos confiar. Temos que continuar a fazer o que sabemos: atacar, pressionar, e conseguir um resultado positivo".

Foi fácil a adaptação à cultura italiana, em relação aos costumes e ritmo de vida? 
"Não, Não foi fácil. A paixão pelo futebol em Itália é muito grande, e assim, quando sais para o campo, estão sempre pendentes do que fazes e do que não fazes. Querem um palavra, uma foto, mas tenho-me adaptado pouco a pouco".

Com quem vives em Milão? 
"Vivo com a minha esposa e os meus dois filhos. Tenho um menino de 8 anos (Daniel) e uma menina de 2 anos (Danna). O Daniel gosta muito de futebol, acho que vai seguir os meus passos".

Conta-nos como é a tua rotina. A que horas treinas, e o que fazes nos tempos livres? 
"Às 8h da manhã, levanto-me e tomo o pequeno-almoço com os meus filhos. Levo o mais velho ao colégio, e a menina deixo-a no jardim e vou direito para o treino porque às 9.45 já devo estar pronto. Termino à 1h da tarde e almoço, por vezes, no restaurante do clube no centro de treinos ou em casa com a minha mulher. Depois descanso uma ou duas horas, e depois brinco com os meus filhos e vamos ao parque. Há noite, às vezes vou jantar com a minha mulher ou vamos ao cinema".

Viveste em Buenos Aires, em Saint-Étienne, no Porto, e agora em Milão. Em qual destas cidades estrangeiras, te sentiste mais confortável?
"As 4 cidade são totalmente diferentes, mas em termos gerais, no Porto senti-me muito bem, habituei-me às pessoas, à cidade, aos costumes. Lá as pessoas têm um pensamento muito latino, muito parecido ao nosso, e tanto eu como a minha família sentimos-nos muito confortáveis".

Agora que acaba a temporada europeia, e depois dos jogos das eliminatórias, que planos tens para descansar nas férias? 
"Depois do jogo contra o Peru, fico pelo litoral durante uma semana e depois vou para Medellín para estar com o resto da família, que não vejo tão regularmente".

Que se passou com o Inter? Porquê que achas que não conseguiu classificar-se para a Liga dos Campeões da próxima temporada? 
"Primeiro foram as lesões dos jogadores que eram titulares e importantes no esquema. Isso afectou-nos muitos a nível táctico, mental e físico, porque obviamente isso gera um desgaste na equipa, ao ponto de nos últimos jogos termos jogado com jogadores das equipas mais jovens., Eu, por exemplo, nunca tinha jogado tantos jogos, e tão seguidos como esta temporada, e isso acaba por afectar o rendimento colectivo".

Está confortável no Inter ou acha que há a possibilidade de uma nova transferência no mercado de Verão? 
"Não, eu fico no Inter. Ainda só fiz um ano completo, quero continuar a aprender e mostrar melhores resultados tanto a nível individual, como colectivamente. É um clube muito grande, que tem sempre objectivos muito altos e eu quero fazer história com esta camisola".

Em Itália, estão a jogar Cuadrado, Muriel, Ibarbo, Zúñiga, Armero, Yepes, Zapata, Quintero e tu. O que diz a imprensa italiana sobre este 'boom' de jogadores colombiano no 'Calcio'? 
"Sim, a verdade é que todos os fins de semana, vê-se boas noticias de um, golos de outro e isso é muito importante para nós, para quem está a jogar, mas é mais valioso para os jovens de 17/18 anos que sonham com uma oportunidade em Itália, porque de uma certa maneira estamos a abrir-lhes caminho, estamos a marcar o território a nível futebolístico no 'Calcio' mas também em outros países europeus, como faz o Falcao, Carlos Sanchez, Jackson, James. Creio que estamos a ganhar espaço, o jogador colombiano é respeitado em Itália, em Portugal, em Espanha. E isso acontece pelo talento mostrado em campo e pelo comportamento fora dos relvados".

Reúne-se com alguns deles para um almoço, fazer compras, ou fazer alguma celebração? 
"Sim, estamos juntos em alguns aniversários, celebrações do filhos e às vezes no inicio ou fim da temporada, para fazermos um jantar. É sempre importante estar perto das tuas pessoas, dos colombianos para sentir um pouco de calor do lar, da família".


Traduzido por: Fredy Guarin Fãs

quinta-feira, 6 de junho de 2013

fcinternews.it - Marcelo Ferreyra: "A vontade de Guarin é ficar no Inter"

"Não há problemas com o Inter. A nossa vontade e a do clube é clara". Com estas palavras , o empresário de Guarin, Marcelo Ferreyra começou a entrevista sobre o seu cliente ao tuttomercatoweb.com. O médio do Inter, que de acordo com alguns rumores, está de saída do Inter; algo que o seu empresário nega: "o Inter tem um projecto, o Guarin quer ganhar o Scudetto e a Liga dos Campeões, nos próximos anos, com o Inter".

Hoje, Mazzarri foi apresentado. O Guarin já teve contacto com o novo treinador?
"Eu penso que não. Ele está ocupado com a seleção nacional, depois ele vai de férias, e por enquanto não temos intenção de procurar por um novo clube. O futuro será, portanto, no Inter, sem quaisquer dúvidas".

Fala-se de uma possível troca com o Nápoles, onde Zuniga e Behrami vêm para o Inter, enquanto o Guarin vai para o Nápoles.
"É apenas especulação, nós não sabemos de nada. Eu estive em Itália há algumas semanas e o clube disse-me que vai concentrar-se em Guarin.
Pessoalmente, eu não tive outros contactos, nem com o Inter nem com o Nápoles. A vontade de Guarin é ficar no Inter, e repito, ganhar com o Inter".



Traduzido por: Fredy Guarin Fãs

fcinternews.it - Guarin sobre Mazzarri: "Vou tentar entender as suas novas tácticas"

Guarin, durante a concentração da seleção colombiana, falou sobre o novo treinador do Inter de Milão, Walter Mazzarri:
"No Inter, eu mudei várias vezes de posição, como os meus colegas. Por isso estou à espera das escolhas de Mazzarri e espero ser bem sucedido. Onde quer que ele me coloque, eu vou tentar entender as suas novas tácticas", disse Guarin.








Traduzido por: Fredy Guarin Fãs

fifa.com - Guarin: "A Colômbia não tem medo da Argentina"



O médio colombiano Fredy Guarin disse que a seleção do seu país "sabe que pode jogar frente a frente com a Argentina" pois os jogadores chegaram a Buenos Aires motivados pelo nível que têm nos seus clubes.

Afirmou que a Colômbia "não tem medo da Argentina", o futebolista do Inter de Milão assegurou que: "o nível que temos nos nossos clubes dá-nos tranquilidade".

"É bom saber que todos, em geral, estamos bem nas nossa equipas e que mantemos o nível que temos demonstrado nesta seleção, que tem vontade de classificar-se para o Mundial", afirmou o futebolista de Puerto Boyacá.

"É claro que não são fáceis os jogos das eliminatórias, mas com tudo que temos trabalhado, estamos a um nível que podemos responder contra qualquer seleção", comentou.

"Eles vão sair ao ataque, como sempre, e nós também, como o fizemos tantas vezes".



Traduzido por: Fredy Guarin Fãs

quarta-feira, 5 de junho de 2013

golgolgol.net - Guarin: "Queremos os três pontos"



O médio da seleção colombiana e do Inter de Milão crê num bom resultando da Tricolor no jogo da próxima sexta-feira, contra a Argentina em Buenos Aires. Fredy Guarin está na lista de possíveis titulares no encontro frente aos 'gauchos' no El Monumental, pois está nas opções para substituir Edwin Valencia (que não poderá jogar por acumulação de amarelos).

Guarin foi um dos que falou aos jornalistas, na visita da seleção colombiana ao El Monumental do River Plate. Fredy Guarin afirmou que a Tricolor quer a vitória:
"A seleção sempre vai ter motivação, e sempre vou estar desejoso de vir quando me convocarem. Nós queremos os três pontos, estamos a trabalhar para isso, para fazer o futebol que temos vindo a mostrar, para tentar desequilibrar o rival com os jogadores que temos".

O médio não se referiu à oportunidade que tem de ser titular contra os 'albicelestes': "A Argentina obviamente que é uma das melhores seleções, nós vamos nesse caminho. Há que ver as coisas de diferentes pontos de vista, Colômbia está a procura de ser uma seleção importante a nível mundial, e esperamos aproveitar esta oportunidade que temos para fazer história", concluíu Guarin.



Traduzido por: Fredy Guarin Fãs